Segunda-feira, 5 de Novembro de 2007

Lua Nova

"Senti-me como se estivesse aprisionada num daqueles pesadelos aterradores, nos quais temos de correr, correr até os pulmões rebentarem, mas não conseguimos fazer o nosso corpo deslocar-se com rapidez suficiente...

No entanto, não  se tratava de sonho nenhum e, ao contrário do que acontecia naquele tipo de pesadelos, eu não fugia para salvar a minha vida; corria para salvar algo infinitamente mais precioso. A minha  própria vida pouca importância tinha naquele dia.

(...)

-Bella, não quero quero venhas comigo.

- Tu... não... me... queres?

- Não.(...)

O céu estava completamente negro. Talvez não houvesse lua - seria um eclipse lunar ou lua nova.

Lua nova. E arrepiei-me, embora não sentisse qualquer frio.(...)

Será como se eu nunca tivesse existido - prometera-me.

Não voltei à tona."

 

 

Depois de ter sobrevivido ao seu primeiro confronto com um vampiro em Crepúsculo, Bella terá agora pela frente um desafio ainda maior... Sobreviver sem um.

Com a mesma linguagem fluente que o livro anterior, Lua Nova faz-nos de novo devorar as suas páginas com o seu enredo excitante, onde por vezes o tempo parece decorrer num tic-tac alucinante, onde o que era já não o é.

Complementa o primiero volume e deixa-nos ainda mais sedentos do que virá a seguir...


publicado por Twilight_Portugal às 14:48
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 19 seguidores

.links

.Ultimas notícias

. Lua Nova

.Arquivo Twilight

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds

.pesquisar